Projeto Erasmus+ INCLUSÃO:de (i)migrantes a cidadãos: problemas antigos vs novas oportunidades
16 Novembro, 2017
Brain Connection Europa 2017- programa retificado
21 Novembro, 2017
Mostrar Tudo

Alunos visitam ateliê da artista plástica Joana Vasconcelos

Um espaço onde a cor, arte e amizade predominam.

No dia 20 de Outubro de 2017, no âmbito do projeto Erasmus + ‘’ os Caminhos do azul na Europa’’, cerca de 60 alunos das turmas 11º18, 12º17, 12ºD e 12ºD, acompanhados pelos professores Paula Pereira, Ana lúcia Correia, Maria João Seruca, Teresa Jerónimo, Rui António, Sandra Espada, Rosária Irene Próspero, Fernando Gomes, pelo Diretor do Agrupamento, Carlos Luís e pelo psicólogo Luís Neves, visitaram o Ateliê da artista plástica Joana Vasconcelos, em Lisboa.
Os alunos e professores foram recebidos por Aviva, a simpática Relações Públicas do ateliê da artista plástica.
Aviva, começou por contar a história de vida de Joana Vasconcelos, de como ela iniciou o seu projeto.
Joana Vasconcelos, nascida em Paris em 1971, é uma artista plástica e foi primeira e única mulher, portuguesa e mais jovem a expor no Palácio de Versalhes, França. Exposição essa que teve o maior número de visitantes dos últimos cinquenta anos.
As artes plásticas não eram a única paixão de Joana Vasconcelos.
A Artista praticava karaté desde muito nova e teria sido essa uma das paixões desta jovem, antes de iniciar todo este projeto que mudou a sua vida.
Devido a uma lesão que sofreu no joelho, que a impossibilitou de continuar com as artes marciais, iniciou então o seu projeto com as artes plásticas, com a ajuda de apenas uma amiga e o seu namorado na altura.
Em 2004, começou com uma série de trabalhos inspirados nas Valquírias. “Estes trabalhos são os mais reconhecidos de Joana Vasconcelos. Os corpos têxteis das Valquírias são suspensos a partir do teto, são estranhos, enormes, invulgares e dão a ilusão de estarem a sobrevoar os espaços em prospeção de matéria nobre para tarefas divinas.”
É no Ateliê que toda a magia acontece. Pode-se observar muitas obras de Joana Vasconcelos e todo o seu processo de criação, da ideia, o projeto, a conceção, a costura até aos retoques finais e o planeamento da divulgação das obras.
Durante a visita, foi visível a dedicação e o entusiasmo dos colaboradores do ateliê.
Aviva iniciou a sua visita por mostrar uma das obras mais atuais, o famoso Galo Pop.
A obra tem 10 metros de altura, pesa 3,5 toneladas e exigiu nove quilómetros de cabos e perto de 16 mil LED, sendo revestido por milhares de azulejos. Foi criada para assinalar a amizade entre Portugal e o Rio de Janeiro, para comemorar os 450 anos da fundação desta cidade brasileira, porém não se realizou. Por essa razão é que a primeira apresentação oficial do “Pop Galo” decorreu em Lisboa.
Esta obra está agora a ser preparada para ir para a China, para ajudar nas festividades do ano do Galo.
“A natureza do processo criativo de Joana Vasconcelos assenta na apropriação, descontextualização e subversão de objetos pré-existentes e realidades do quotidiano e explora muito a diversidade de cores nas suas esculturas e instalações, assim como um uso constante de fotografia e registos vídeo.

Reportagem de Beatriz Machado e fotografias de Érica Palma