23 MAR 2021 Notícia do Plano Nacional de Educação Financeira publicada aqui

No âmbito da Global Money Week (GMW) 2021, os supervisores financeiros dinamizaram esta terça-feira, dia 23 de março, o debate virtual “Poupança é segurança”, no qual alunos do ensino secundário de quatro escolas discutiram a importância da poupança, sobretudo em contextos de incerteza como a atual situação de pandemia.

O Agrupamento de Escolas João de Deus (Faro), o Centro de Educação e Desenvolvimento D. Maria Pia – Casa Pia de Lisboa, a Escola de Hotelaria e Turismo do Douro (Lamego) e a Escola Profissional Vértice (Paços de Ferreira) participaram nesta iniciativa, envolvendo cerca de 260 alunos do ensino secundário.

Antes do debate virtual, os alunos de cada escola, juntamente com os seus professores, trabalharam o tema da poupança através do preenchimento de um questionário e posterior discussão em aula dos resultados, que contou com o apoio de materiais didático-pedagógicos desenvolvidos pelos supervisores financeiros.

No debate virtual, os alunos do 10º33, 11ºA, B, C e 12º27 que realizaram o questionário e o debate na ESJD foram representados pelos alunos Máximo Para e Carlota Prista, e partilharam as suas conclusões sobre o tema. Os restantes colegas e professores puderam assistir à sessão online e acompanhar a participação das suas escolas. O aluno Máximo Para (do curso económico-social) foi elogiado, no final, por ter tido uma intervenção única, salientando a importância de uma poupança direcionada ao investimento, no sentido de a fazer crescer.

No debate virtual, cada escola, representada por dois alunos, partilhou as suas conclusões sobre o tema. Os restantes colegas e professores puderam assistir à sessão online e acompanhar a participação das suas escolas.

Das várias conclusões partilhadas, destaca-se que, mais de metade dos alunos das diferentes escolas envolvidas tem por hábito poupar regularmente. Como razões para poupar, os alunos apresentaram objetivos de curto e médio prazos, como tirar a carta de condução ou frequentar o ensino superior. Por sua vez, quando questionados sobre o impacto da pandemia de COVID-19 nos seus hábitos de poupança, a generalidade dos alunos das diferentes escolas envolvidas considera que o atual contexto afetou a forma como percecionam a poupança, conferindo-lhe uma maior preponderância no seu quotidiano. 

O debate foi encerrado pela Comissão de Coordenação do Plano Nacional de Formação Financeira, que realçou a importância da educação financeira nas escolas e agradeceu o envolvimento destas escolas nas atividades da GMW2021.

Scroll to Top