Luis Horta

(Continuar a) combater o vírus, sem baixar as vendas!

Artigo de Opinião pelo Professor Luís Horta, publicado no Jornal Diário Online a 06-01-2022

O setor do turismo não foi o único a sofrer com falta de clientes devido à pandemia. É verdade que a região do Algarve depende do turismo nacional e estrangeiro, e que uma aplicação online que permitisse uma visita à distância às nossas maravilhosas atrações, não aumentaria o número de visitantes… mas precisamente por isso, temos de repensar estratégias e ao mesmo tempo, virar a atenção para os outros tipos de negócios igualmente ressentidos!

Até recuperarmos a saúde, o ânimo e os turistas, há que ter resiliência e inteligência para adotar todas as medidas possíveis para superar a Covid-19 sem baixar as vendas. Nesse sentido, impõe-se a veiculação de uma economia local diferenciada que privilegie a qualidade para alavancar as vendas em diferentes setores de atuação no Algarve, e que para isso, adote algumas das melhores práticas para manter (eventualmente, até aumentar?) a produtividade. Educação, saúde, agricultura, pecuária, pesca, indústria, comércio por grosso e a retalho, transportes, atividades financeiras, administrativas e imobiliárias, informação e comunicação… É sobre as melhores práticas para desenvolver negócios em 2022 – adequadas a praticamente todos os setores de atuação no Algarve – que vou falar de seguida!

Continuar a ler em Região Sul

Scroll to Top